Descrição

Reza a lenda que foi importante ponto de abastecimento das rotas dos bandeirantes e consta na história do município como importante ponto de encontro de tropeiros desde meados de 1800, abrigando a primeira capela e a atual construção da Paroquia Divino Espirito Santo que completou cem anos em 2017. Sedia o comércio local desde esta época, aonde carros de bois vinham fazer a permuta das suas produções agrícolas, moeda de troca da época. Presenciou toda a evolução histórica, política e administrativa e até hoje é palco das importantes celebrações municipais. Tem-se registro de festividades desde 1896 com a doação da imagem da Nossa Senhora da Conceição. Desde esta remota data tem-se registros da festa do Divino Espírito Santo, São Roque – São João que mantêm a tradição da fogueira na frente da matriz até hoje.

Praça da Matriz – 1822 –  Igreja Matriz Divino Espirito Santo – 1917

Fotos